Acadêmicos da Facimed apresentam trabalhos em Encontro Nacional de Psicologia Social

Acadêmicos da Facimed apresentam trabalhos em Encontro Nacional de Psicologia Social

O evento agrega e aproxima os que desejam discutir uma psicologia crítica, comprometida com a transformação social e com a realidade brasileira

Os estudantes de Psicologia e também membros da Liga Acadêmica de Temas Emergentes em Psicologia (LATEP), não pouparam esforços e dedicação para as pesquisas científicas de sete artigos aprovados para apresentação no mais importante evento de Psicologia Social do país, que aconteceu na PUC em São Paulo no mês de novembro.

Orientados pelos professores Leandro Fonseca, Michele Romão, Júlia Fonseca e Leila Gracieli, os estudantes puderam apresentar as pesquisas no encontro organizado pela Associação Brasileira de Psicologia Social (Abrapso). O objetivo do evento foi o de agregar e aproximar os que desejam discutir uma psicologia crítica, comprometida com a transformação social e com a realidade brasileira e latinoamericana. 

Os estudantes da Faculdade de Ciências Biomédicas de Cacoal (Facimed) tiveram a oportunidade de mostrar no encontro dados sobre a realidade de Cacoal e região. O trabalho de Mariane e Laura Simão foi considerado o melhor do eixo na temática sobre relações raciais. As acadêmicas realizaram a pesquisa sobre o perfil do acadêmico cotista. “Foi tudo incrível, conhecemos muitos profissionais que estão há um bom tempo na área, que são referências para nós, autores de livros que lemos na faculdade, como a Ana Bock, e que tivemos a oportunidade de conhecer, ver de perto, foi emocionante”, contou a acadêmica Mariane Simão.

Ao total foram seis apresentações de pôster e uma comunicação oral onde Fábio Carvalho abordou sobre intolerância religiosa. “É um encontro de muitos debates críticos que envolvem política, racismo, LGBTfobia, questões de gênero e muito mais, o que entra realmente na proposta da nossa liga LATEP, que é mais social e comunitária”, destacou.

Os trabalhos apresentados pelos acadêmicos foram: “Psicologia comunitária na Amazônia Ocidental: mobilização acerca da intolerância religiosa em um terreiro de Umbanda”, de Fábio Carvalho.

“Intervenções Psicológicas no contexto do preconceito Afro-religioso: Uma revisão bibliográfica” e o trabalho sobre “Levantamento acerca da intolerância contra religiões de matriz africana no interior da Amazônia ocidental”, dos autores Fábio Carvalho, Iago Souza, Daylan Denes e Raylane Martins.

“Desigualdade salarial entre homens e mulheres: uma revisão sistemática” e "Psicologia social e políticas públicas: Prática em uma comunidade carente no interior da Amazônia Ocidental", de autoria da estudante Tatiane Bento.

“Transgeneridade: uma vivência baseada na invisibilidade e abjeção social” e “Perfil Acadêmico dos cotistas (negros, pardos e indígenas) na Faculdade de Ciências Biomédicas de Cacoal/RO (Facimed)”, das autoras Mariane Simão e Laura Simão