Ciretran de Cacoal e UniFacimed abrem programação do Maio Amarelo

Ciretran de Cacoal e UniFacimed abrem programação do Maio Amarelo

Serão realizadas diversas palestras online com a intenção de conscientizar a população e reduzir os acidentes e mortes no trânsito

O mês celebrado como Maio Amarelo chegou, e junto com ele um alerta importante sobre a campanha de conscientização de segurança no trânsito. O objetivo é chamar a atenção da sociedade para o índice de mortes e feridos no trânsito, promovendo atividades voltadas à conscientização, ao amplo debate das responsabilidades e à avaliação de riscos sobre o comportamento de cada cidadão, dentro de seus deslocamentos diários no trânsito.

Este ano o Departamento Estadual de Trânsito/Ciretran de Cacoal e o Centro Universitário UniFacimed, se uniram para uma programação especial com temas importantes para a sociedade, que por conta da pandemia do COVID 19 será realizado de forma online. Entre os temas abordados estarão as palestras virtuais com o tema: A importância da proteção solar para ciclistas e motociclistas; alterações do Código Nacional de Trânsito; o uso irracional de medicamentos pelos motoristas e também os primeiros Socorros no Trânsito.

De acordo com a Diretora do UniFacimed, Adriele Fontes, um dos pilares da Instituição é a Responsabilidade Social. Com esta parceria, o Centro ratifica o comprometimento com a população, que visa incentivar o respeito à vida. “Iremos envolver acadêmicos e professores dos cursos de Medicina, Farmácia, Fisioterapia, Enfermagem e Direito, o objetivo é contribuir com a sociedade por meio do conhecimento”, destacou a gestora.

Os participantes devem se inscreve no site do Detran (www.detran.ro.gov.br), onde será disponibilizado um link para acesso. Todos os participantes serão certificados.

Segundo dados divulgados pelo Detran, houve uma redução de 17,44% no número de acidentes, comparado entre os anos 2019 e 2020, em Cacoal. Ainda segundo relatório do Departamento, o município possui uma frota total de 72 mil veículos.

Entre o ano de 2020, novembro foi o mês com maior número de acidentes, os tipos mais frequentes foram colisão transversal, seguido de queda, colisão lateral e colisão traseira. “Apesar da diminuição do número de acidentes é preciso incentivar e alertar a população sobre a conscientização no trânsito, para que os números não voltem a subir. Essa parceria com o UniFacimed só veio a contribuir para que possamos informar as pessoas da melhor forma”, disse o Responsável pela Educação no Trânsito do Detran, Luiz Ormidio.