Pesquisa de Coordenador da Facimed é publicada na Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação

A Revista é uma publicação do Grupo Internacional de Pesquisa em Educação Cervantes, que congrega professores da Universidad de Alcalá de Henares (UAH) e da Faculdade de Ciências e Letras da UNESP de Araraquara (FCLAr) e com alcance internacional

Acaba de ser publicado na Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação (RIAEE), o artigo “Representações e Vivências da docência em professores do ensino superior de uma faculdade privada de Cacoal-RO”, do pesquisador e coordenador do curso de Psicologia da Facimed professor Cleber Lizardo de Assis e da psicóloga Valdimari Pacheco.
A Revista é uma publicação do Grupo Internacional de Pesquisa em Educação Cervantes, que congrega professores da Universidad de Alcalá de Henares (UAH) e da Faculdade de Ciências e Letras da UNESP de Araraquara (FCLAr) e com alcance internacional.
A investigação de Lizardo de Assis e Pacheco identificou as Representações do Ato Docente em Professores Universitários de uma Instituição Privada de Ensino Superior, através de uma pesquisa exploratória, com dados coletados junto a professores do ensino superior do município de Cacoal-RO. 
Como resultados, perceberam-se elementos caracterizadores do “mal-estar docente”, se referindo a “acúmulo de tarefas”, “cansaço”, “falta de compromisso do aluno”, “estresse” e outros relacionados a conflitos entre professores, alunos e instituição. Para enfrentar tais dificuldades, os docentes adotam posturas que variam entre a indiferença e a preocupação excessiva, com certo abalo “emocional” contrabalanceado com o “prazer” proporcionado por outros elementos da profissão.
Verificou-se ainda que há significados e sentimentos frente ao ato docente, marcados por uma consciência da “carga” de responsabilidade diante do aluno, instituição e sociedade, idealismo profissional, com o reconhecimento/desconhecimento marcando o motivo ou desmotivo de trabalhar, além de certo conhecimento e vivência de “mal-estar” relacionados a elementos que afetam a saúde mental, mas quase sem nenhuma forma de lidar com a situação”.

Para acessar o texto completo:http://seer.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/7597/6250