Polícia Militar, Facimed e demais parceiros promovem campanha ´Setembro Amarelo’

Serão realizadas ações para sensibilizar a população para reconhecimento de sinais de risco para prevenção ao suicídio

O Setembro Amarelo é o mês considerado nacionalmente como período de prevenção ao suicídio.  Segundo dados do Ministério da Saúde, em média, 11 mil pessoas tiram a própria vida no Brasil a cada ano. Durante todo o mês, serão realizadas ações para sensibilizar a população e os profissionais da rede municipal para reconhecimento de sinais de risco e acesso ao auxílio psicossocial.

Para iniciar as ações, a Policia Militar junto com acadêmicos de Psicologia e Medicina da Faculdade de Ciências Biomédicas de Cacoal (Facimed) entre outros parceiros realizaram uma passeata na cidade para alertar a população sobre a importância de falar sobre o assunto.

Segundo a Capitã da PM e professora do curso de Psicologia da Facimed, jovens entre 15 a 29 anos e idosos são considerados faixa etária de risco. “O suicídio é um tabu por questões religiosas que envolve a morte que não é um assunto fácil de ser tratado.  A maioria das vezes as pessoas têm medo de falar, a campanha Setembro Amarelo tem como objetivo de mostrar a forma de ajudar essas pessoas, podendo prevenir que elas tirem a própria vida”, destacou Márcia Nascimento.

Para a acadêmica de Psicologia, Suellen Souza, falar é a melhor solução de prevenção ao suicídio. “ Movimentos como este são muito importantes, pois é preciso falar, é preciso desmistificar os mitos em torno do suicídio, é preciso mostrar para sociedade que há formas de se evitar o suicídio, colocando o tema sempre em discussão”, explicou a estudante da Facimed.