Pós-Graduação da Facimed oferece módulo de Treinamento de Força Aplicado para Grupos Especiais

O objetivo é realizar um programa de exercícios seguro e que traga benefícios clínicos para a população especial

Acadêmicos de Educação Física e Pós-Graduandos em Avaliação e Prescrição para Treinamento de Força da Facimed receberam o Doutor em Ciências  professor Christiano Bertoldo, para ministrar o módulo de Prescrição de Exercícios para População Especial: Diabetes, hipertensão e cardiopatas. A atividade física é recomendada para esses grupos especiais para controlar os problemas causados pelas doenças, por isso hoje em dia o número de cardiopatas, hipertensos e diabéticos tem crescido dentro das academias, porém, é preciso fazer um alerta. A Intensidade do treino e duração dos estímulos requer cautela por parte do Educador físico. E é aí que surge a necessidade do conhecimento sobre o assunto. Durante o módulo Bertoldo explicou de forma teórica e prática como equalizar um trabalho basicamente de força com exercício resistido a musculação, ele utilizou como exemplo prático Sr. Antônio Alves de 64 anos que é hipertenso e faz parte do Programa Feliz Idade da Facimed.  Segundo Bertoldo o objetivo é realizar um programa de exercícios seguro e que só venha trazer benefícios clínicos para a população especial. “Poucos médicos acabam indicando o exercício físico por falta de confiança no professor de educação física, mas hoje em dia o panorama está ficando bem diferente. Os profissionais de educação física estão se atualizando em pessoas desses grupos. Por todo o Brasil onde eu venho passando, nós priorizamos a capacitação desses profissionais para que eles equalizem esse programa de treinamento podendo devolver esses pacientes para o Cardiologista, Endocrinologista, com mais qualidade de vida”. Completou

 O acadêmico do 4º período de Educação Física Welington Stabenow vê na Pós-Graduação em treinamento de força uma grande oportunidade de inserção no mercado de trabalho, ele ressalta ainda a necessidade da prescrição correta para este público que necessita de uma atenção diferenciada. “Eles possuem limitações por isso a atenção deve ser redobrada, é fundamental termos o conhecimento de como lidar com essas pessoas. Neste sentido a Facimed nos proporciona esse conhecimento de uma forma sensacional, onde alinhamos a teoria à prática”.